Viajando com crianças: regras e dicas

Viajando com crianças: regras e dicas

28/08/2018 Viagem 0

Antes de pensar na viagem em si, nos dias de férias, no destino da viagem e como vai ser divertido esse tempo junto com as crianças é preciso lembrar que existem algumas regras para viajar com crianças.

Algumas delas a grande maioria dos pais nem sabem que existem e isso pode gerar um desconforto no momento da viagem. É para que você aproveite toda sua viagem, desde o momento do planejamento até o desembarque, que escrevemos esse texto.

 

COMPRANDO AS PASSAGENS

Recém nascidos com menos de 7 dias de vida devem viajar de avião. Expor o recém nascido a ambientes com grande número de pessoas (como aeroportos e aviões) aumenta bastante o risco de contato de doenças infecciosas. A indicação é adiar a viagem ou, em caso de extrema necessidade, procurar o pediatra para orientações e pedir uma autorização/atestado médico – algumas companhias aéreas só embarcam recém nascidos em posse dessa autorização médica. Mas se a viagem não é urgente, a dica é adiar a viagem!

Os bebês com idades entre 0 e 2 anos, na maioria das companhias aéreas, não pagam passagem (pagam as taxas de embarque) e viajam no colo dos pais ou tem até 90% de desconto no valor da tarifa. Crianças a partir dos 2 anos e até os 12 anos tem tarifas diferenciadas. Cada cia aérea institui o seu desconto mas, em média, fica em torno dos 30% do valor da tarifa.

Apesar dos assentos nas primeiras fileiras dos aviões serem pagos algumas cias vendem preferencialmente para pais que viajam com crianças de colo. O espaço entre o assento e a divisória do avião é maior e pode acomodar o berço (é preciso verificar se a sua companhia aérea tem essa facilidade – não é cobrado) que é acoplado à parede da aeronave.

Se você pretende comprar o assento ao lado para o bebê (comprar uma passagem) para ter mais espaço e conforto no voo, verifique com a companhia aérea se existe a disponibilidade e se há desconto nesse caso. Caso você realize a compra é possível acomodar o bebê conforto no assento.

No momento de escolha dos assentos lembre-se que crianças não podem se sentar nas saídas de emergências.

Nos voos internacionais opte por voos noturnos e diretos assim o bebê ou a criança passará a maior parte do tempo de voo dormindo. Caso o voo tenha escala ou conexão opte por voos com no mínimo 2 horas entre os voos evitando correria e agitação.

Se o voo for diurno é legal ter outras opções de entretenimento para a criança além dos desenhos/filmes infantis que estão disponíveis no sistema de entretenimento das cias aéreas. Sugestão de atividades: livros de colorir, quebra cabeça, jogo da memória, massinhas e até jogos nos tablets/celulares se vocês forem adeptos à esse entretenimento.

 

PREPARANDO A VIAGEM

Se é a primeira viagem da criança nossa sugestão é que você converse com ela sobre como a viagem acontecerá. Falar sobre a parte terrestre: o aeroporto, o check-in, o raio-x, a sala de embarque e o embarque. Depois conversar um pouco sobre o voo: quem “dirige” o avião, quem ajuda o piloto, a decolagem, porque é importante ficar sentado e com o cinto de segurança, o que pode e o que não pode fazer no avião e o pouso do avião.

Em voos longos ter um entretenimento a mais do oferecido à bordo (filmes e desenhos) é interessante: livro de colorir, quebra cabeças, jogos de cartas e até massinha!

A bagagem de mão em viagens com crianças é um item importantíssimo. Nossa sugestão de itens:

  • uma muda de roupa;
  • casaco;
  • mantinha ou cobertor (voos longos costumam ter cobertores mas para bebês e crianças pequenas sugerimos sempre levar o próprio);
  • meias;
  • mamadeiras;
  • chupetas e mordedores;
  • lenços umedecidos;
  • fraldas;
  • medicamentos (caso o bebê ou a criança esteja usando ou use normalmente – leve a receita médica para evitar algum problema).

 

DOCUMENTAÇÃO

Em voos internacionais, menores acompanhados por apenas 1 dos pais ou outro responsável devem, obrigatoriamente, apresentar uma autorização. A autorização é encontrada no portal do CNJ ou no site da Polícia Federal.

É possível solicitar, no momento do requerimento do passaporte, que essa autorização já venha inscrita no documento (passaporte) do menor. Essa solicitação deverá ser feita pelos responsáveis legais do menor.

Abaixo o quadro retirado da página da LATAM sobre os documentos necessários para a viagem internacional de passageiros entre 0 e 17 anos.

 

O EMBARQUE

Famílias com bebês, crianças e idosos tem embarque preferencial e os outros passageiros costumam respeitar essa fila. Mas há que prefira embarcar por último por uma simples razão: quanto menos tempo o bebê ou a criança ficar dentro do avião menor a chance dela se irritar. Nesse caso o acompanhante pode embarcar pela fila de prioridade e acomodar as bagagens.

O bebê/criança tem direito (quando incluído no valor da tarifa – depois dessas mudanças é extremamente importante verificar se a tarifa já tem bagagem incluída para não ter surpresas na hora do embarque) a uma bagagem despachada de 10kg + uma bagagem de mão também com 10kg.

Se o carrinho de bebê está viajando com vocês como bagagem de mão do bebê ele deve estar dentro do peso permitido: 10kg. É necessário que você informe ao atendente no check-in que o carrinho será embarcado, ele será pesado e etiquetado. No momento do embarque (muitas vezes lá na porta do avião mesmo) um comissário pega o carrinho, despacha e ele aparece na esteira de malas ou então em algum lugar específico perto da esteira para ítens especiais.

ALIMENTAÇÃO À BORDO

A grande maioria das empresas possuem o menu kids, que é uma refeição especial para crianças. É possível solicitar sem custos para a companhia com uma antecedência mínima de 24 horas (um dia antes do voo).

Na realidade é possível solicitar refeições especiais como vegetarianas, veganas, kosher, baixo sódio, sem glúten e outras opções. Basta entrar em contato com a sua companhia aérea com pelo menos 24h de antecedência e verificar essas opções.

Papinhas podem ser levadas à bordo e quando for necessário é possível solicitar aos comissários o aquecimento. Leite em pó também pode ser levado à bordo em quantidades condizentes com o tempo de voo. Lata de leite em pó precisa, obrigatoriamente, ser despachada.

DESEMBARQUE

No desembarque normalmente, se você entregou o carrinho na porta do avião ele lhe será devolvido ali se ele tiver sido acomodado dentro do avião como bagagem de mão. Se ele foi despachado seu carrinho estará na esteira de bagagens ou em um local próximo, determinado para bagagens especiais.

No desembarque muitos passageiros formam fila antes mesmo da porta abrir – e nós nunca entenderemos o porquê disso. Se vocês está viajando com crianças a nossa dica é que você espere os passageiros desembarcarem para sair com tranquilidade e segurança. Peça ajuda aos comissários para bagagens de mão e abertura do carrinho.

Nosso próximo post vai falar sobre crianças nos parques, aguardem!

LINKS ÚTEIS

CNJ

Polícia Federal

Portal Consular

AMERICAN AIRLINES

AVIANCA

AZUL

COPA AIRLINES

DELTA

LATAM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *